Mais Lidas

Atos antidemocráticos

PGR pede e Moraes manda prender jornalista bolsonarista

Wellington Macedo foi preso pela Polícia Federal nesta sexta, em um hotel de Brasília

acessibilidade:
Moraes também deu prazo de cinco dias para a Procuradoria-Geral da República (PGR) opinar sobre o depoimento do presidente no inquérito, que foi aberto em abril deste ano. Foto: Nelson Jr.

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou prender preventivamente (sem prazo para libertação), a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), o jornalista Wellington Macedo.

Macedo é conhecido pelas posições conservadoras e pelo apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro, e é um dos investigados no inquérito que investiga articulação de atos antidemocráticos.

Macedo estava proibido de se aproximar a menos de um quilômetro da Praça dos Três Poderes, mas, segundo noticiado pela imprensa, ele divulgou vídeos convocando as pessoas para se manifestarem no 7 de Setembro com pedido de deposição de ministros do STF.

O mandado de prisão foi cumprido pela Polícia Federal (PF) nesta sexta (3) em um hotel da capital federal. Ele também foi alvo de um mandado de busca e apreensão em agosto.

Vídeos Relacionados