Coluna Cláudio Humberto




Governo quer ‘resposta contundente’ à crise do covid

O presidente Bolsonaro, o ministro Paulo Guedes e líderes aliados acertaram nesta quarta (23) que a reforma tributária em discussão na Câmara e o “pacto federativo”, a cargo do Senado, devem dar “resposta contundente” ao período pós-covid, com a garantia de programas como o “Renda Brasil”, que amparem os que precisam, e os empresários que precisam da desoneração. Tudo sob duas “cláusulas pétreas”: não se mexe no Teto de Gastos e não haverá aumento da carga tributária.

Piada pronta: partidos apontarão o que é ‘mentira’

Partidos políticos integrados por mentirosos compulsivos são a maioria dos parceiros da Justiça Eleitoral no site “Desinformação”, de combate às “fake news”. O DEM de Rodrigo Maia, personagem da Lava Jato, o PTB de Roberto Jefferson, estrela do mensalão, o PSC do Pastor Everaldo, preso mês passado, e o PP do petrolão ajudarão a definir o que é falso ou verdadeiro, na disputa eleitoral. O TSE ignora a sentença do estadista alemão Otto von Bismarck, que em 1871 advertiu: “Nunca se mente tanto como antes das eleições, durante uma guerra e depois de uma caçada.”


Poder sem Pudor

Pleonasmo nos olhos

Político tão esperto quanto simplório, Benedito Valadares era governador de Minas quando encontrou na antessala de Getúlio Vargas o ministro da Educação, Gustavo Capanema, que estranhou seus óculos escuros. “É uma conjuntivite nos olhos”, explicou Valadares. “Benedito, isso é um pleonasmo!”, reagiu o ministro, professoral. Valadares ignorou a observação e entrou para falar com Vargas. O presidente também estranhou os óculos escuros. Ele reagiu: “Presidente, o médico lá em Minas disse que era uma conjuntivite nos olhos, mas o Capanema, que quer ser mais sabido que os médicos, me disse que é um pleonasmo!...

Continuar lendo

Frase do Dia

+ Cláudio Humberto

Governo quer ‘resposta contundente’ à crise do covid

O presidente Bolsonaro, o ministro Paulo Guedes e líderes aliados acertaram nesta quarta (23) que a reforma tributária em discussão na Câmara e o “pacto federativo”, a cargo do Senado, devem dar “resposta contundente” ao período pós-covid, com a garantia de programas como o “Renda Brasil”, que amparem os que precisam, e os empresários que precisam da desoneração. Tudo sob duas “cláusulas pétreas”: não se mexe no Teto de Gastos e não haverá aumento da carga tributária.

Piada pronta: partidos apontarão o que é ‘mentira’

Partidos políticos integrados por mentirosos compulsivos são a maioria dos parceiros da Justiça Eleitoral no site “Desinformação”, de combate às “fake news”. O DEM de Rodrigo Maia, personagem da Lava Jato, o PTB de Roberto Jefferson, estrela do mensalão, o PSC do Pastor Everaldo, preso mês passado, e o PP do petrolão ajudarão a definir o que é falso ou verdadeiro, na disputa eleitoral. O TSE ignora a sentença do estadista alemão Otto von Bismarck, que em 1871 advertiu: “Nunca se mente tanto como antes das eleições, durante uma guerra e depois de uma caçada.”



Poder sem Pudor

Pleonasmo nos olhos

Político tão esperto quanto simplório, Benedito Valadares era governador de Minas quando encontrou na antessala de Getúlio Vargas o ministro da Educação, Gustavo Capanema, que estranhou seus óculos escuros. “É uma conjuntivite nos olhos”, explicou Valadares. “Benedito, isso é um pleonasmo!”, reagiu o ministro, professoral. Valadares ignorou a observação e entrou para falar com Vargas. O presidente também estranhou os óculos escuros. Ele reagiu: “Presidente, o médico lá em Minas disse que era uma conjuntivite nos olhos, mas o Capanema, que quer ser mais sabido que os médicos, me disse que é um pleonasmo!...

Continuar lendo

Frase do Dia

+ Cláudio Humberto