Mais Lidas

Made in Brasil

Volks do Brasil exportará o caminhão leve Delivery para o Panamá

A linha de entrada da marca, produzido em Resende, no Rio de Janeiro, acaba de ser apresentado no país da América Central

acessibilidade:
Volks Delivery.
Volks do Brasil exportará o caminhão leve Delivery para o Panamá. Foto: VW.

Desde que apresentou o Delivery, caminhão leve da marca, a Volkswagen passou a exportá-lo para diversos países da América Latina. Desenvolvido e produzido no Brasil, o modelo já é comercializado em mais de quinze mercados além do nosso e acaba de ser lançado em mais um, no Panamá. 

Dessa forma, a Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO) fortalece cada vez mais a presença na América Central. No Panamá, a montadora conta com a parceria do grupo Tiese, parceria da marca há 25 anos e responsável por revender modelos da família Constellation e chassis Volksbus e agora o Delivery. 

“Temos grandes expectativas com a chegada do Delivery. Sentimos que é a ferramenta para o desenvolvimento e crescimento da nossa empresa, rumo a um mercado muito competitivo, com um produto de alta qualidade. Já conquistamos os segmentos de saneamento, administração municipal e construção e observamos um grande potencial para vendas nos mercados avícola, de panificação e agroindustrial”, aponta Rafael Aleman, diretor executivo da Tiesa.

Os primeiros modelos a desembarcar no novo mercado são o VW Delivery 6.160 e 9.170. Segundo a marca, motivos para uma expectativa de boa aceitação não faltam, porque os caminhões leves já conquistaram desde o México, passando por Aruba, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua e República Dominicana, até os países mais próximos ao Brasil.

“A VWCO vem se tornando cada dia mais presente e com participação ativa nos mercados da América Central. E agora ainda mais forte no Panamá, com o lançamento dos novos modelos da linha Delivery. Estamos ainda mais completos nesse importante mercado. O produto na versão 4×2 se encaixa perfeitamente às condições urbanas da cidade do Panamá, assim como a versão 4×4 para as condições fora de estrada mais afastadas da capital”, afirma Matheus Francesco, supervisor de vendas internacionais da VWCO.

Reportar Erro