Mais Lidas

Teste da Vez

Na força do nome, testamos o Toyota Corolla Cross, SUV do famoso sedã

Apesar da excelente proposta, por ser híbrido, o utilitário peca em diversos aspectos inimagináveis para um veículo em pleno 2021

acessibilidade:
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid. Fotos: Geison Guedes/DP.

Dentro do mercado automotivo, o segmento dos SUVs é o que mais cresce no Brasil e no mundo. Por aqui, se entre os modelos compactos a “briga” é acirrada com diversos concorrentes, nos médios a coisa é diferente. Apesar de ter um bom número de representantes, é liderada com folgas pelo Jeep Compass. 

Após muitos anos sem qualquer adversário que causasse um incômodo que fosse na liderança do modelo produzido em Goiana, Pernambuco, 2021 trouxe dois rivais que podem tentar fazer frente ao Compass, o Volks Taos e o Toyota Corolla Cross, este último, nosso “Teste da Vez”, na versão topo de linha, a XRX Hybrid. 

O segundo representante da japonesa na categoria — ela ainda conta com o importado RAV4 — conta com todo o peso do veículo mais vendido do mundo, o Corolla. No caso do SUV, não é apenas o nome que o irmão sedã sede, mas o conjunto mecânico, visual interior e alguns itens de segurança e tecnologias também. 

Mas as comparações param por aí. O SUV peca em alguns aspectos, inimagináveis, para um veículo recém desenvolvido e lançado em pleno 2021 e nem estamos falando do preço, que já está em R$ 197.290, mas que pode chegar a R$ 199.240 de acordo com a pintura, mas sim de itens vistos em veículos dos anos 1990. 

Altos e baixos

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid

Apesar de grande, a grade não é exagerada.

Na parte do visual do Corolla Cross, a Toyota, como boa japonesa, não ousou demais. O estilo é discreto — com exceção da cor da unidade que testamos, o azul Netuno –, mas elegante. Externamente, ele não lembra em nada o irmão sedã. A grade, apesar de grande, não é exagerada e conversa bem com o para-choque e faróis. 

Apesar de visualmente não parecer tão alto, ele é apenas 10mm mais baixo que os principais rivais. A Toyota fez um bom uso de peças cromadas e escurecidas, sem exagerar em nenhum deles. As molduras nas saias e nas caixas de rodas apontam o lado aventureiro do utilitário, apesar do foco dele ser praticamente 100% o asfalto. 

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid

O interior é praticamente idêntico ao do sedã.

Se por fora ele difere bem do irmão, por dentro a coisa é diferente, no caso, igual. O interior do Cross é praticamente o mesmo do sedã. O que não chega a ser positivo. Primeiro que a versão topo de linha do SUV tem apenas opção de acabamento claro, ponto negativo para um veículo familiar, quem tem filhos e leva crianças no banco traseiro, sabe disso. 

A tela da central multimídia tem outro aspecto, ela poderia ser muito mais moderna e ainda maior, se não tivesse tantas bordas e aquele excesso de botões que poderiam ser todos acessados pelo próprio display. O espaço interno é compatível com a categoria, leva quatro adultos com conforto. Um lado positivo é a saída de ar e duas portas USB para a traseira.

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid

O tampão do porta-malas em lona é totalmente ultrapassado.

É no porta-malas que encontramos outro grande porém do Corolla Cross, a área de carga tem um bom tamanho, com 440 litros (as baterias do sistema híbrido não atrapalham por irem embaixo do banco traseiro) não é nem o maior, nem o menor da categoria. O problema mesmo é o tampão, feito de lona, no estilo de carros dos anos 1990 e que não dá nenhum suporte extra para levar objetos, sem falar no visual totalmente careta. 

Outros poréns do interior mesclam a lista de equipamentos com o visual interno do modelo. A XRX conta com teto solar, mas que não é panorâmico e a cortina de proteção é manual, o que beira o absurdo pelo preço do SUV. Mas o grande disparate mesmo é o freio de estacionamento, que além de não ser eletrônico, é de pedal, no pé, em pleno 2021. 

Foco no consumo

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid

O baixo consumo é ponto alto do utilitário.

Apesar do deslize do freio de estacionamento, o grande astro do Corolla Cross é o conjunto mecânico. O japonês é o primeiro SUV híbrido fabricado no Brasil, além disso, é o segundo veículo no mundo a contar com um motor flex e outro elétrico, o primeiro foi o irmão sedã. 

O Cross, assim como o Corolla, conta com três motores, sendo um 1.8 a combustão de 101 cavalos e 14,5kgfm de torque, aliado a outros dois elétricos que, juntos, geram 72 cavalos e 16,6kgfm de torque. Por não atuarem de forma separada, tanto a potência, quanto o torque não são somados, funcionam de forma combinada. 

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid

São três motores, sendo um a combustão e dois elétricos.

No entanto, o SUV não é plug-in, ou seja, não carrega na tomada. A bateria híbrida de níquel-hidreto metálico, localizada embaixo do banco traseiro, é carregada pelo motor a combustão e pelos sistema de freios, que é regenerativo, ele utiliza a energia cinética gerada pelas frenagens e a transforma em elétrica.

Dessa forma, os motores elétricos contribuem para uma melhor eficiência energética do utilitário e um menor gasto de combustível, a melhor parte do conjunto mecânico. Durante nosso teste, rodando apenas na cidade, ele fez impressionantes 18km/l, média excepcional, principalmente em um momento com a gasolina tão cara. 

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid

O câmbio conta com modos de condução.

Ele até tem, entre os modos de condução, uma opção EV. Mas ela atua pouco, pois qualquer força necessária a mais faz o propulsor a combustão entrar em cena. A vantagem é que o elétrico quase sempre ajuda a caixa de força à gasolina, até por isso o consumo é tão bom. 

Como a potência não é tão alta, e aliado ao câmbio CVT, as manobras do Corolla Cross não são nada emocionantes, pelo contrário. As acelerações são burocráticas e demandam certa paciência e o motorista precisa de uma maior atenção na hora das retomadas e das ultrapassagens. O que mostra, mais uma vez, que o foco é realmente o consumo. 

Quase um 10

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid

Outro itens ultrapassado, o freio de estacionamento de pé.

A XRX, por ser a versão topo de linha do Corolla Cross, não faz feio em relação a lista de equipamentos, mas alguns deslizes comprometem a nota 10 neste quesito. Na parte da segurança, ele vem com sete airbags, câmera de ré, controles de tração e estabilidade, auxiliar de partida em rampa e sensores de estacionamento dianteiro e traseiro. 

Ele ainda conta com monitoramento de ponto cego, alerta de colisão com auxiliar de frenagem de emergência, piloto automático adaptativo (aqui um porém, sem stop and go, ou seja, ele não para totalmente de forma automática, abaixo de 20km/h, o motorista que precisa frear o veículo), assistente de permanência em faixa e conjunto óptico em LED com farol alto automático.

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid

De ponto positivo, saída do ar e portas USB na traseira.

Na parte da comodidade, ar-condicionado digital e dual zone com saída para a traseira, três portas USB, sensores crepuscular e de chuva, painel com display de sete polegadas (poderia ser 100% digital), banco do motorista com regulagem elétrica (faltou para o do passageiro também), iluminação ambiente, teto solar elétrico e chave sensorial para abertura das portas e partida do motor, que é por botão. 

Sem falar na já citada central multimídia, com tela de sete polegadas, que poderia ser maior não fosse o excesso de bordas e botões e da falta do freio de estacionamento eletrônico, ele poderia — deveria — ter carregamento por indução, conectividade sem fio para smartphones, wi-fi embarcado e porta-malas elétrico com abertura sem as mãos. 

A opinião do Diário Motor

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid.

Para tentar fazer frente ao Jeep Compass em uma das categorias mais desequilibradas do país, a Toyota apostou na força do nome. O Corolla Cross, só pelos predicados, não consegue fazer frente ao rei dos SUVs médios. Mas está tentando com o “apoio” do irmão sedã. 

Ao modelo japonês, faltam detalhes para ser um excelente veículo. Alguns pontos beiram o absurdo, como o freio de estacionamento no pé, a lona do porta-malas, o teto solar com tela manual e ausência do stop and go do piloto automático adaptativo em pleno 2021.

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid

Pelo baixo consumo, o modelo pode valer a compra.

O conjunto mecânico é fraco, quase manco. Por ser híbrido e com foco no consumo — que é excelente, diga-se de passagem –, a falta de força acaba ficando em segundo plano, afinal, sempre é bom poder fazer médias na casa dos 18km/l.  

Com um espaço interno condizente com a categoria, apesar de exagerar no interior branco para um veículo familiar e lista de equipamentos que, apesar de alguns deslizes, é boa, sem falar no foco do consumo, o Corolla Cross pode ser uma boa opção. Vale o teste drive com possível compra! Nota: 7,5.

Ficha técnica

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid

Motor: 1.8 mais dois elétricos

Potência máxima: 101/72cv  

Torque máximo: 14,5/16,6kgfm 

Transmissão: automática 

Direção: elétrica

Suspensão: independente na dianteira e semi-independente na traseira

Freios: a disco nas quatro rodas

Porta-malas: 440 litros

Dimensões (A x L x C x EE): 1.620 x 1.825 x 4.460 x 2.640mm 

Preço: R$ 197.290

Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid. Fotos: Geison Guedes/DP.
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid