Mais Lidas

Mudanças no horizonte

Jeep aposentará motorização diesel para o Renegade no início de 2022

O SUV compacto, líder da categoria, receberá um novo facelift com o potente motor 1.3 turbo em todas as versões, inclusive as 4x4

acessibilidade:
Jeep Renegade
Jeep aposentará motorização diesel para o Renegade no início de 2022. Foto: Jeep.

Desde que apresentou facelift de meio de vida do Compass em abril, com o inédito motor 1.3 turbo, a Stellantis (grupo no qual a Jeep faz parte), vem aumentando o leque de produtos com motorização turbo. Após a Fiat Toro e o Jeep Commander, é a vez do Renegade receber a caixa de força mais moderna. 

O SUV compacto, líder da categoria, ganhará um novo facelift no início de 2022. Com mudanças visuais, essas ainda não divulgadas, e provavelmente nas listas de equipamentos, mas a principal mudança no utilitário será no “coração”, que deixará de contar com motor diesel. 

A partir do ano que vem, o Renegade utilizará o mesmo propulsor de Toro, Compass e Commander, o 1.3 turbo flex de 185 cavalos, batizado de T270 (em alusão aos 27kgfm de torque). Outra novidade, é que ele será o primeiro modelo do grupo feito no Brasil que contará com motorização flex aliado a tração 4×4. 

Mesmo com a aposentadoria do propulsor diesel, as opções tracionadas serão mantidas. Inclusive, com a Trailhawk continuando como topo de linha e com o “Selo Trail Rated”. A configuração também manterá os modos de condução off-road Auto, Snow, Sand/Mud e Rock.

Outro diferencial já confirmado pela Jeep é que as versões 4×4 do Renegade contarão com transmissão automática de nove velocidades (a mesma das atuais configurações diesel) e as com tração 4×2 virão equipadas com a, também automática, de seis velocidades.

Por fim, as versões não tracionadas do Renegade contarão com o novo sistema Jeep Traction Control +, já presente nas opções 4×2 do Compass e do Commander. O controle de tração atua em condições em que o veículo tenha piso de baixa aderência com o solo em uma das rodas. 

O sistema aplica torque de frenagem na roda que está escorregando e transfere, pelo diferencial, o torque para outra roda que esteja em contato com o piso. Para habilitar a função, basta que o motorista pressione a tecla ASR OFF.

Reportar Erro