Made in Brasil

BMW comemora oito anos de produção da planta de Araquari (SC)

A fábrica brasileira da marca alemã é responsável pela produção do X1, X3, X4 e do Série 3, e já fabricou mais de 80 mil unidades

acessibilidade:
Planta BWM Araquari (SC).
BMW comemora oito anos de produção da planta de Araquari (SC). Foto: BMW.

Em 2014, a BMW inaugurava a primeira fábrica brasileira da marca (logo após iniciou a segunda, voltada para motocicletas). A planta de Araquari, em Santa Catarina, acaba de completar oito anos de produção e com um marco importante, é responsável pela fabricação dos veículos premium mais vendidos do país. 

Atualmente, a planta catarinense é responsável pela produção de quatro modelos com os SUVs X1, X3 e X4 (sendo estes dois últimos os veículos mais potentes feitos no país) e o Série 3, o modelo premium mais vendido no Brasil. Além disso, a marca já confirmou que as novas gerações do utilitário de entrada do sedã também serão feitas por aqui. 

“Produzir veículos com tanta qualidade, tecnologia e líderes do segmento premium no país é um motivo de muito orgulho para nós. Isso mostra o quanto estamos preparados para seguirmos fazendo os carros mais sofisticados e atraentes para nossos clientes. Ainda mais motivos para celebrar!”, comemora Otávio Rodacoswiski, diretor geral da fábrica do BMW Group em Araquari.

A planta de Araquari tem uma área total de 1,5 milhão de metros quadrados, sendo 112.893m² de área construída. A infraestrutura local abriga processos completos de produção automotiva com áreas de carroceria, soldagem, pintura, montagem e logística, como também laboratórios, prédios administrativos, auxiliares e o prédio da engenharia.

Além disso, a unidade nacional, que é a maior fábrica de veículos premium da região, é co-sede, juntamente com o escritório da empresa em São Paulo, do único Centro de Engenharia Global do BMW Group na América do Sul.

A fábrica segue as metas globais de sustentabilidade da marca. Ela já conta com eletricidade proveniente de fontes renováveis, promovendo a redução das emissões de CO² em suas atividades. Além disso, desde o fim de 2020, a planta instalou e vem ampliando anualmente uma área com placas fotovoltaicas no telhado do prédio da Montagem.

Os atuais 2.543m² geram 600MWh de energia por ano. Com isso, a fábrica deixa de emitir cerca de 157,2 toneladas de CO² por ano, ocupando 5% do telhado do prédio da Montagem, área que deve passar por novas ampliações.

Com essas e outras ações, a planta segue também a meta do BMW Group no mundo de reduzir a emissão de CO². Uma das metas, que deve ser alcançada até 2030, é reduzir em 80% a emissão de dióxido de carbono na produção.