Mais Lidas

Conselhos Populares

Lula defende decreto 'bolivariano' e manda recado aos jovens

Lula convoca juventude a participar das decisões do governo

acessibilidade:

O Instituo Lula divulgou um vídeo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva convoca os jovens a participar das decisões do governo. Lula considera que a juventude tem obrigação política de participar da construção do Brasil.

?O mundo será mais justo se cada um de nós assumirmos a responsabilidade de construir o País que a gente quer. Está nas nossas mãos?, explica o ex-presidente.

Lula também defendeu o decreto bolivariano (decreto 8423/14) da presidenta Dilma Rousseff (PT), que determina que movimentos sociais participem da administração e auxiliem o Executivo. O ex-presidente criticou a ?reação de conservadores contra os conselhos?.

?Eu acho até estranho quando a Dilma faz um decreto, criando os conselhos para ajudar o Poder Executivo a criar políticas públicas, e começa uma reação de conservadores contra os conselhos?, declarou Lula.

?O conselho é uma coisa exclusiva do Poder Executivo. Quisera Deus que a gente tivesse muitos presidentes com a vontade da presidenta Dilma?, completou.

A canetada de Dilma tem sofrido fortes críticas de diversos segmentos da sociedade. Na semana passada, artistas, celebridades e pensadores, engajados em causas políticas e sociais, se mobilizaram e também pressionam para derrubar a proposta de Dilma.

O apresentador Danilo Gentili, que aparece na lista negra de jornalistas do PT, retuitou a seguinte mensagem: ?E SEM DITADURA BOLIVARIANA! RT @PrisciIlIa: 294 votam CONTRA o decreto bolivariano d BANDO. Vão se lascar seus bandidos. O  Brasil é NOSSO.?

O filósofo Luiz Felipe Pondé foi outro que disparou contra a criação dos conselhos populares. Ele classificou a criação de conselhos populares como um ?golpe totalitário indireto?. Em entrevista à TV Cultura, na semana passada, Pondé explicou que ?esse tipo de prática que é bem ao gosto da sensibilidade bolivariana, que destruiu a Venezuela e Cuba, entre outros países?.

O deputado federal Mendonça Filho, líder do DEM na Câmara, endossou o coro. ?A casa de representação popular é o Parlamento, é o Congresso. Evidente que a gente tem outras maneiras de ouvir a sociedade e estamos abertos a esses outros métodos. Mas todos eles devem estar baseados em projetos de lei discutidos de forma democrática aqui no Parlamento brasileiro?, disparou o parlamentar.

 

Vídeos Relacionados