Grevistas

Justiça bloqueia contas do sindicato dos metroviários

Justiça bloqueia R$ 3 milhões de contas bancárias de sindicatos grevistas

acessibilidade:

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) decidiu hoje (10) bloquear as contas bancárias dos sindicatos envolvidos na greve do Metrô de São Paulo, que teve início na última quinta-feira (5) e foi considerada ilegal.

O bloqueio foi solicitado pelo relator do caso, desembargador Rafael Pugliese, que julgou abusiva a greve e determinou o imediato retorno ao trabalho, estipulando multa diária de R$ 500 mil em caso de descumprimento. Essa multa ainda será somada à penalidade anterior, pelo descumprimento da liminar da desembargadora Rilma Hemetério, fixada em 100.000 reais por dia.

As contas do Sindicato dos Metroviários tiveram o bloqueio estipulado em R$ 3 milhões. Já o Sindicato dos Engenheiros, o valor foi de R$ 400 mil, pois a categoria retornou ao trabalho após o julgamento de domingo.

Reportar Erro