Mais Lidas

Calote na ONU

Calote na ONU: ministérios fazem jogo de empurra

Planejamento e MRE culpam um ao outro por calote de R$ 380 milhões

acessibilidade:

Os ministérios do Planejamento e Relações Exteriores culpam um ao outro pelo calote de R$ 380 milhões aplicado na Organização das Nações Unidas. O Brasil passou vexame quando o secretário-geral da ONU citou o País entre seus principais devedores. No jogo de empurra, o Itamaraty diz que os pagamentos cabem ao Planejamento, e este garante que efetua todas as transferências solicitadas pelo Itamaraty.

A última vez que o Brasil pagou o que devia à ONU foi no ano de 2008. Nesses 6 anos, não honramos os pagamentos para as missões de paz.

Nos últimos dois anos só quitamos os débitos referentes à reforma da sede da ONU, onde trabalham os irmãos Antonio e Guilherme Patriota.

?Ficha suja? na ONU, o Brasil perde prestígio internacional. O fundo do poço foi ser chamado de ?anão diplomático? por Israel. Leia na Coluna Cláudio Humberto.

Vídeos Relacionados