Mais Lidas

Recurso

TRF-1 manda soltar ex-ministro da Educação Milton Ribeiro

Decisão liminar do desembargador Ney Bello cassou a prisão preventiva de Ribeiro e outros quatro presos na operação da PF

acessibilidade:
Milton Ribeiro, ex-ministro da Educação. Foto: Agência Brasil

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) Ney Bello cassou a ordem de prisão preventiva da Justiça Federal do DF contra o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e dos outros quatro presos na operação “Acesso Pago”, da Polícia Federal, que investiga irregularidades na liberação de verbas do MEC.

A decisão liminar foi feita após a defesa do ex-ministro apresentar um habeas corpus no Tribunal.

Além de Ribeiro, Luciano de Freitas Musse, Arilton Moura, Gilmar Santos e Helder Diego da Silva Bartolomeu serão soltos após a decisão.

Segundo a decisão do desembargador, os fatos investigados na operação não são atuais e a prisão preventiva não pode ser justiicada, já que existem diversas medidas cautelares que podem ser tomadas pela Justiça, antes da privação de liberdade.

Reportar Erro