Boas ações

Renault já reutilizou 12 toneladas de materiais com projetos sociais

Tecido automotivo e cintos de segurança que seriam descartados viraram produtos pelo projetos Borda Viva e Supera

acessibilidade:
Produtos Borda Borda Viva
Renault já reutilizou 12 toneladas de materiais com projetos sociais. Foto: Renautl.

Em 2015, a Renault, por meio de seu instituto, firmou parceria com dois importantes projetos sociais do Paraná, o da Associação Borda Viva – que a marca tem colaboração desde 2005 – e o Supera para reaproveitar materiais descartados durante a produção de veículos da marca, como sobras de tecidos e cintos de segurança. 

Agora, sete anos após o início das parcerias, a montadora celebra o reaproveitamento de mais de 12 toneladas de insumos pelos projetos sociais. Além disso, em 2020, as associações iniciaram a venda online e por meio da rede de concessionárias da Renault dos produtos confeccionados, de lá para cá, foram mais de quatro mil itens vendidos.  

Utilizando-se da técnica do upcycling, esses projetos transformam resíduos que antes seriam descartados em produtos de qualidade, ampliando assim o ciclo de vida dos materiais. Além disso, a venda contribui para a geração de renda de cerca de 20 mulheres, nos dois projetos sociais. 

As coleções de produtos desenvolvidas pelos projetos já foram comercializadas até no icônico L’Atelier Renault, localizado na Champs-Élysées, em Paris, na França, e concessionárias Renault na França. Os produtos também podem ser comprados na Boutique Renault, site nacional de vendas de produtos oficiais da marca.

“Esses projetos vão muito além da transformação de materiais em novos produtos. São responsáveis por transformar vidas e comunidades, resgatando famílias em situação de vulnerabilidade social com as frentes de geração de renda”, aponta Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de comunicação da Renault do Brasil.

Reportar Erro