Guerra à covid

Brasil tem menor média de casos em 9 meses e de mortes desde janeiro

Vacinação atinge média de 1,7 milhão de doses diárias e é fundamental no arrefecimento da pandemia no país

acessibilidade:
Profissional de saúde próximo a leito de paciente com covid-19. Há cortinas azuis e outros leitos compondo a imagem, no Hospital Metropolitano em Maceió
UTI de Covid-19. Foto: Thiago Duarte/Agência Alagoas/Arquivo

O atingiu neste domingo à média 28.347 casos diários de covid-19 e 844 mortes, segundo o Painel Conass, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Os números, que vêm caindo há várias semanas seguidas, são os melhores desde 14 de novembro e 7 de janeiro, respectivamente.

Graças ao avanço inconteste da vacinação, com média de 1,7 milhão de doses por dia durante a última semana, o avanço da pandemia, inclusive de novas variantes, tem se mantido sob controle no Brasil.

Como antecipado na Coluna Cláudio Humberto, o Brasil começa a semana chegando à marca de 50 milhões de imunizados com a segunda dose ou que foram vacinados com dose única.

Atualmente, o Brasil aplicou 164,6 milhões de doses em 119,5 milhões de pessoas, que representam 56,9% das população geral.

Para efeitos de comparação, os EUA, grandes produtores de vacina estão estagnados em 59,1% e devem ser ultrapassados pelo Brasil nesta semana.

Além disso, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou a disponibilização de mais de 200 milhões de doses aos Estados e municípios.