Mais Lidas

Inspiração fascista

Aparelhamento leva ONU a excluir a Amazônia de evento sobre o clima

Não querem ouvir que o Brasil preserva 43% das florestas do planeta e a Europa, 0,7%

acessibilidade:
Assinatura da medida está marcada para terça-feira (9) no Palácio do Planalto Foto: Paulo Santos

Até a Organização das Nações Unidas (ONU) foi “aparelhada” por ONGs e ativistas: excluiu o Brasil de reunião virtual de 77 países, neste sábado (12) para discutir o clima.

Não querem dar chance para o desmonte de meias verdades e mentiras absolutas sobre a Amazônia.

Não desejam ouvir que o Brasil preserva mais de 43% das florestas do planeta.

Já a Europa, tão vigilante quanto à Amazônia, só responde por 0,7% do total. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Em uma atitude de inspiração fascista, o “Climate Action Tracker” excluiu do evento os países que não rezam por sua cartilha.

Curiosamente, a maioria dos participantes do evento da ONU não tem papel relevante na “produção” do clima, para o bem ou para o mal.

A exclusão de países impede o exercício da pluralidade de ideias, no evento, e nega inclusive o papel histórico do Brasil na fundação da ONU.