Mais Lidas

Apego ao poder

Alcolumbre e Maia insistem em manipular Constituição para se reelegerem

Dupla aposta em duas “frentes”, recorreu à fogueira das vaidades do STF e à proposta de emenda da bancada da bajulação

acessibilidade:
Alcolumbre e Maia insistem em manipular Constituição para se reelegerem. Foto: Will Shutter/Câmara dos Deputados
Alcolumbre e Maia insistem em manipular Constituição para se reelegerem. Foto: Will Shutter/Câmara dos Deputados

Poucos se apresentam para defender uma mudança na Constituição, traumática, apenas para atender a ambição de reeleição do senador Davi Alcolumbre e do deputado Rodrigo Maia como presidente do Senado e da Câmara.

A dupla aposta em duas “frentes”: recorreu à fogueira das vaidades do Supremo Tribunal Federal (STF), instigando-o a mais uma de suas criativas interpretações da Constituição, “autorizando” reeleição, e a proposta de emenda da bancada da bajulação, já em tramitação. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O art. 57 da Constituição deixa claro: é “vedada a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente.”

Habituado a interferir nos outros poderes, o STF pode ignorar a Constituição só para mostrar, mais uma vez, que pode fazer isso.

Alcolumbre fez “consulta” ao STF porque sabe que o golpe oportunista não passa na Câmara: é questão fechada no majoritário centrão.

Dono de inúmeros cargos, sobretudo em seu Estado, Alcolumbre evita atos do governo Bolsonaro para fingir “independência” junto à oposição.

Reportar Erro