Reforma nos gabinetes

STF abre pregão de R$695 mil para comprar piso e carpetes

Supremo Tribunal Federal anunciou edital para buscar fornecedores para reforma nos gabinetes da corte

acessibilidade:
Sede do Supremo Tribiunal Federal (STF) - Foto: Carlos Moura).

O Supremo Tribunal Federal anunciou a abertura de um pregão eletrônico para a compra de carpete e pisos vinílicos para os corredores e gabinetes da Corte que foram danificados nos atos de vandalismo do 8 de Janeiro. O edital foi publicado na última semana. 

Pregão Eletrônico é o meio utilizado  para buscar fornecedores para comprar produtos e serviços nas áreas administrativas, legislativas e judiciárias. O STF anunciou que começa a receber propostas no dia 21 de setembro, segundo o edital, a empresa habilitada terá que entregar as compras em 90 dias a partir do dia da assinatura do contrato. 

Na lista de compras do Supremo contém 2.200 metros quadrados de piso vinílico pelo valor de R$448 mil, 150 metros quadrados de carpete vermelho pelo valor R$27 mil, 600 metros quadrados de carpete bege pelo custo de R$83 mil, 250 metros quadrados de carpete azul por R$47 mil e outro lote de 500 metros quadrados também de carpete azul por R$90 mil. 

A reforma é para o Edifício-sede do STF que foi vandalizado no dia 8 de janeiro, além do Supremo também foram depredados o Congresso Nacional e o Palácio do Planalto. 

 

Reportar Erro