Veja essa

Responsável por recessão e pedaladas, Dilma é eleita ‘Mulher Economista 2023’

Curiosamente, apenas mulheres ligadas ao PT receberam a "honraria"

acessibilidade:
Dilma Rousseff levou prêmio "Mulher Economista 2023" (Foto: Roberto Stuckert)

Responsável pela maior recessão da História do Brasil e derrubada da Presidência da República após sofrer impeachment por pedaladas fiscais, Dilma Rousseff foi escolhida “Mulher Economista 2023”.

O título foi conferido pelo Conselho Federal de Economia (Cofecon).

A escolha de Dilma, atual presidente do Banco dos Brics, foi justificada pelo Cofecon por “sua significativa contribuição para o desenvolvimento econômico e social do País ao longo de sua carreira”.

A escolha de Dilma Rousseff como a Mulher Economista de 2023 reflete o reconhecimento do seu legado e expertise no campo econômico, bem como seu papel fundamental na formulação e implementação de políticas que moldaram a trajetória econômica do Brasil” tenta justificar a entidade.

O prêmio foi lançado em 2020. Até o momento, apenas mulheres ligadas ao PT foram agraciadas. Já levaram o prêmio as economistas Denise Lobato Gentil e Esther Dweck, ambas professoras associadas do Instituto de Economia da UFRJ. Dweck inclusive é a atual ministra da Gestão e Inovação de Lula.

Reportar Erro