Mais de 200 integrantes

Câmara ganha frente parlamentar em defesa do setor leiteiro

Frente será presidida pela deputada Ana Paula Junqueira Leão, produtora e filha e neta de produtores

acessibilidade:
Deputada Ana Paula Junqueira Leão (PP-MG) - Foto: Agência Câmara.

Cerca de 200 deputados federais já fazem parte da criação da Frente Parlamentar em Apoio ao Produtor de Leite (FPPL) na Câmara dos Deputados. A iniciativa é da deputada Ana Paula Junqueira Leão (PP-MG). Como neta, filha e produtora de leite, ela sabe na pele a atual situação da categoria.

“Somos uns dos poucos produtores rurais que vendem o produto hoje, recebemos após 40 dias sem saber o valor exato da negociação”, afirma Ana Paula. Além disso, a classe tem um custo operacional elevado. De acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), no contexto da pandemia e inflação dos insumos, desde 2021 ficou mais caro produzir leite.

O Brasil é o 5º maior produtor mundial de leite contando com 1,1 milhão de produtores. Segundo a CNA, são produzidos 35,3 bilhões de litros por um rebanho de 15,95 milhões de vacas com uma média de 6 litros por dia. Com estes números, têm-se uma ideia da importância da produção de leiteira no país.

A deputada destaca que do total de pecuaristas bovinocultores, 92,6% tiram até 200 litros diários, ou seja, são caracterizados como pequenos produtores. “A maior parcela são pequenos produtores que são responsáveis por garantir renda e subsistência da família e muitas vezes de uma região, gerando emprego e renda. Precisamos defender o setor leiteiro”, enfatiza.

Ao assumir a autoria dessa Frente Parlamentar, a deputada visa a ampliação e discussão do setor leiteiro, reforçando a importância da cadeia que movimentou cerca de R$ 40 bilhões em 2020 e gerou 4 milhões de empregos no país.

O lançamento da FPPL será no dia 26 de abril na sede da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) em Brasília.

Reportar Erro