Câmara

Alckmim pode ser convocado a explicar diretor da Apex falando mal do Brasil

Rodolfo Nogueira apresentou requerimento à Comissão de Agricultura

acessibilidade:
No entendimento do deputado, o presidente da agência repete “argumentos que não condizem com a realidade do agronegócio brasileiro”.

O deputado federal Rodolfo Nogueira (PL-MS) quer explicações do ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmim (PSB) sobre a fala do diretor da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), Jorge Viana, que falou mal do Brasil e do agronegócio brasileiro durante viagem à China, o maior comprador de produtos brasileiros.

Nogueira apresentou requerimento à Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados para convocar Alckmim, já que Viana é subordinado do ministro.

No ultimo dia 27, durante viagem à China, Viana afirmou que nos últimos 50 anos, 84 milhões de hectares teriam desmatados na Amazônia.

“Quero dar números bem objetivos. Falei que 84 milhões de hectares foram desmatados. Para que essas áreas estão sendo usadas? 67 milhões de hectares para a pecuária; 6 milhões para agricultura de grãos. E 15 milhões (são) de floresta secundária”.

No entendimento do deputado, o dirigente da Apex mentiu. Ou, nas suas palavras, repetiu “argumentos que não condizem com a realidade do agronegócio brasileiro”.

“Causa-nos espanto o Presidente do órgão responsável pela promoção das exportações brasileiras fazer uma declaração desse tipo em um evento feito justamente para promover o agronegócio brasileiro frente ao nosso maior mercado internacional. É espantoso não só pelo local em que foi feito. Mas, também, por repetir argumentos que não condizem com a realidade do agronegócio brasileiro. Teria falado, por exemplo, que existe causalidade entre o agronegócio e a destruição da Amazônia”.

Reportar Erro