Mais Lidas

baixa aderência

São Paulo vacinou 25% dos adolescentes com comorbidades da capital

A Prefeitura de São Paulo propôs vacinação in loco de adolescentes na Fundação Casa e Cruz Verde

acessibilidade:
profissional da saúde ao fundo com mão segurando seringa em primeiro plano
Além dos adolescentes, Secretaria de Saúde também antecipa segunda dose. Foto: Walterson Rosa / Ministério da Saúde

Até este domingo (29), a cidade de São Paulo já vacinou 25% dos adolescentes com comorbidades e deficiências. Incluem-se também neste cômputo, gestantes e puérperas que receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

A capital enfrenta baixa adesão dos jovens e passou a buscar ativamente, nesta terça-feira (24), por adolescentes com alguma comorbidade na Fundação Casa e a Cruz Verde para campanha de vacinação in loco.

Segundo a Prefeitura de São Paulo, também alertou que existem 310 mil adultos em atraso para completar o esquema vacinal, com a aplicação da segunda dose.

Vídeos Relacionados