Mais Lidas

Meu reino é minha província

Política de Pernambuco interferiu na escolha do próximo ministro do TCU

Resolução do TCU às vésperas da escolha foi tiro certeiro em Bezerra

acessibilidade:
Ministra Ana Arraes, presidente do Tribunal de Contas da União e avó do prefeito do Recife - Foto: Beto Oliveira/Agência Câmara.

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) sofreu humilhante derrota após a bancada governista no Senado apostar as fichas em Antonio Anastasia (PSD-MG), para afastar o risco de vitória de Kátia Abreu (PP-TO), candidata de Renan Calheiros et caterva.

Mas a política pernambucana também foi decisiva para fragilizar as chances de Bezerra, quando o TCU aprovou resolução desmoralizante contra ele, enrolado em denúncias e alvo de operações da Policia Federal. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A resolução do TCU, sem previsão constitucional, vetava a posse de indicado acusado de improbidade ou de crime contra a administração.

O TCU é presidido por Ana Arraes, avó do prefeito do Recife, João Campos (PSB), ferrenho adversário político do senador.

Feita às pressas, a resolução do TCU errou e não “pegou” o ex-líder do governo, mas produziu estragos em sua campanha.

Reportar Erro