Mais Lidas

passos de formiga

Tragédia de Brumadinho completa mil dias sem responsabilizar culpados

STJ decidiu, nesta terça-feira (19), anular recebimento de denúncia contra indiciados pelo Ministério Público

acessibilidade:
Militares israelenses durante buscas por vítimas em Brumadinho, onde uma barragem da mineradora Vale se rompeu. Foto: Embaixada de Israel/Divulgação

Nesta quinta-feira (21), o desastre do rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, completa mil dias e a Justiça ainda não responsabilizou os culpados pelas mortes.

Foram 270 vidas perdidas no acidente, das quais oito ainda não tiveram seus corpos encontrados.

O processo contra a mineradora Vale e a empresa alemã TÜV SÜD, que emitiu laudo de segurança da barragem, caminha a passos lentos.

Em janeiro de 2020, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) apresentou a denúncia à Justiça de Minas Gerais. Foram indiciadas 16 pessoas na ocasião.

A última movimentação ocorreu nesta terça-feira (19), a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) anulou o recebimento da denúncia, sob a justificativa de que o caso deveria ser analisado pela Justiça Federal.

Com a anulação da denúncia, os 16 indiciados pelo Ministério Público deixaram de ser réus. O MPMG informou que vai recorrer da decisão do Superior Tribunal.

 

 

Reportar Erro