Funeral da rainha

Em Londres, Bolsonaro diz a multidão que vencerá no 1º turno

Presidente esteve entre os convidados para o funeral de Elizabeth

acessibilidade:
O presidente Jair Bolsonaro acena à multidão da sacada da embaixada em Londres.

Ao chegar em Londres, na manhã deste domingo (18), o presidente Jair Bolsonaro foi recepcionado por uma multidão de brasileiros que o esperava em frente à sede da embaixada brasileira.

Após ser saudado aos gritos de “mito”, Bolsonaro fez uma saudação ao grupo da sacada da embaixada, quando afirmou a que a bandeira do Brasil, hasteada na fachada da embaixada, “terão sempre as cores verde e amarela”.

O presidente discursou e reafirmou que vai ganhar as eleições no primeiro turno.

“Esse é o sentimento da grande maioria do povo brasileiro. Em qualquer lugar que eu vá, para quem conhece aqui… ontem eu estive no interior de Pernambuco e a aceitação é simplesmente excepcional. Não tem como a gente não ganhar no primeiro turno”.

Brasileiros residentes em Londres ouviram a saudação do presidente do Brasil.

 

Bolsonaro afirmou que a sua chegada à Presidência é “uma missão de Deus”.

“O nosso Brasil é uma potência no agronegócio e também já marcha para ser uma potência na geração de energia. Com todo respeito aos demais países do mundo: o Brasil é a Terra Prometida. O Brasil é um pedaço do Paraíso. E nós devemos nos orgulhar de termos nascido lá. Pode ter certeza, se essa for a vontade de Deus, continuaremos”.

O presidente chegou em Londres acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro, do deputado federal Eduardo Bolsonaro, do pastor Silas Malafaia e do padre Paulo Antônio de Araújo.

Sobre o motivo da viagem, o funeral da rainha Elizabeth II, Bolsonaro manifestou “pesar e profundo respeito pela família da rainha e também pelo povo do Reino Unido”.

Durante a tarde o presidente vai à câmara ardente da abadia de Westminster, onde o corpo da rainha está sendo velado. Bolsonaro deve assinar o livro de condolências, em homenagem a Elizabeth. Bolsonaro e Michelle serão recepcionados pela família britânica às 17hr, no horário de Londres, 13hr no horário de Brasília.

A rainha Elizabeth II morreu na última quinta-feira (8), aos 96 anos, no Palácio de Balmoral, na Escócia. No mesmo dia, Bolsonaro decretou luto oficial de três dias. Na ocasião, o presidente brasileiro disse que ela foi “uma rainha para todos nós”.

Amanhã (19), o casal participará da cerimônia fúnebre, marcada para às 11hr do horário local. Depois serão recepcionados novamente pela família real.

De Londres, Bolsonaro viajará direto a Nova York, nos Estados Unidos, onde participa da abertura da 77ª Assembleia Geral das Nações Unidas. O evento está marcado para o dia 20 de setembro. Tradicionalmente, o discurso do presidente brasileiro abre a conferência.

Veja a saudação de Bolsonaro aos brasileiros em Londres, da sacada da embaixada do Brasil: