Ciclo virtuoso

PIB do Paraná cresceu mais do que o nacional no primeiro semestre

Crescimento do PIB vai gerar mais oportunidades de emprego para paranaenses

acessibilidade:
O Estado também tem batido recordes na produção de proteína animal, se consolidando como o maior produtor nacional . (Foto: Pedro Ventura)

O Produto Interno Bruto (PIB) do Estado do Paraná teve um crescimento mais do que o dobro da média nacional, cerca de 8,6% no primeiro semestre. De acordo com o deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli (PSD-PR) esse crescimento “mostra a força e ciclo virtuoso da economia estadual” em setores da agropecuária, serviços, comércio e indústria. 

“É um desempenho econômico extraordinário. O resultado é mais que o dobro do PIB do país que foi de 3,7%”, destaca o deputado. 

Com o Paraná vivendo esse “ciclo virtuoso” abre a possibilidade de mais investimentos públicos e privados que geram oportunidades de emprego. O mercado de trabalho do estado está aquecido, no segundo trimestre do ano a taxa de desemprego foi fechada abaixo de 5%. 

O Paraná é o 4º estado com maior percentual de trabalhadores com carteira assinada e o maior gerador de empregos, ficando atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. 

Romanelli explica que resultados positivos na geração de emprego e renda é graças ao governo de Ratinho Junior (PSD-PR) “Acontece quando se tem um governo que pratica políticas de desenvolvimento econômico modernas e inovadoras”, afirma Romanelli.

No mercado de proteínas o  Estado também tem batido recordes na produção de proteína animal, se consolidando como o maior produtor nacional de frango, peixe e mel, além de ocupar o segundo lugar na suinocultura e na cadeia leiteira. Com o estado livre da aftosa e da febre suína está recebendo em dois anos R$9 bilhões.

“O notável desempenho da economia paranaense no primeiro semestre deste ano é reflexo da safra agrícola. Mas temos também importantes contribuições de outras áreas, como indústria e serviços, o que comprova que a performance econômica do Paraná é abrangente, contemplando todas as atividades produtivas”, destacou o diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), Jorge Callado.

Já no setor privado, o Paraná atraiu R$6,16 bilhões de investimentos no primeiro semestre do ano pelo programa Paraná Competitivo. O valor se refere a 47 empresas que vão gerar 12,1 mil novos empregos em 24 cidades.

Reportar Erro