Amizade

Eduardo Bolsonaro conversa com Trump sobre eleições

Ele se encontrou com Trump acompanhado do deputado Mário Frias

acessibilidade:
O ex-presidente Jair Bolsonaro conversou por vídeo chamada com o candidato pelo Republicanos e ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A conversa foi feita pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP). (Foto: Alan Santos/PR)

O ex-presidente Jair Bolsonaro conversou por vídeo chamada com o candidato pelo Republicanos e ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A conversa foi feita pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP). 

“Foi uma conversa rápida. Trump ajudou bastante o Brasil quando ele deu um status de aliado extra Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte). O Brasil passou a comprar material bélico barato dos Estados Unidos. Na conversa, desejei boa sorte a ele para as eleições e, se tudo der certo, irei à posse dele neste ano, se tiver com passaporte”, disse Bolsonaro. 

Eduardo Bolsonaro, se encontrou nesta quinta-feira (14), com Donald Trump, acompanhado do deputado federal Mário Frias (PL-SP), em Palm Beach (EUA). Pelas redes sociais, Mário Frias publicou uma foto ao lado do parlamentar brasileiro e do candidato à presidência dos EUA, dizendo que “Donald Trump está ciente do que se passa no Brasil e se há uma característica forte nele é a sua coragem e autenticidade para implementar as decisões corretas”.

Além de confirmar que houve a ligação entre os ex-líderes e disse: “Ao final pude fazer uma chamada de vídeo conectado ao Presidente Trump com o Presidente Bolsonaro. É impossível não admitir que se tratam dos dois maiores líderes patriotas do ocidente”.

O deputado Mário Frias disse também que “todos anseiam pelo retorno de Trump, para que tempos de paz e normalidade sejam resgatados”.

Nesta semana, Donald Trump conquistou o número de 1.215 delegados necessários para ser o candidato à presidência pelo partido Republicano neste ano.

Ainda assim, a candidatura de Trump será oficializada apenas em julho, quando acontecerá a convenção nacional da legenda.

Com isso, está praticamente certa a disputa entre o empresário e Joe Biden. A candidatura de Biden será oficializada apenas em agosto na convenção nacional democrata.

Após o resultado, ele disse que está honrado e aproveitou para atacar Donald Trump, dizendo que ele é uma ameaça “maior do que nunca”. As eleições norte-americanas serão no dia 5 de novembro.

Reportar Erro