Inquérito do Hacker

Polícia Federal adia depoimento de Carla Zambelli

Ainda não há previsão de quando será reagendado o depoimento da deputada.

acessibilidade:
Em outubro de 2022, Zambelli perseguiu um apoiador do então candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com uma arma de fogo (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)

A Polícia Federal (PF) adiou o depoimento da deputada federal Carla Zambelli (PL-SP). A parlamentar seria ouvida nesta segunda-feira (7) às 14:00 horas.

Ainda não há previsão de quando será reagendado o depoimento da deputada.

A PF quer ouvir Zambelli sobre a investigação que apura o suposto pagamento a um hacker para invadir e fraudar dados dos sistemas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

De acordo com o defesa da deputada, ela ainda não teve acesso ao inquérito e que, por este motivo, foi orientada a se manter em silêncio. Mas, o advogado de Zambelli afirmou ainda que a “a deputada quer falar” sobre o caso.

O inquérito envolve o “hacker da vaza jato”, Walter Delgatti, que vazou mensagens da operação Lava Jato.

Delgatti também é investigado suspeito de inserir um mandado de prisão contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, no início do ano.

Reportar Erro