Mais Lidas

Guerra à Covid

Vacinas Janssen congeladas, enviadas ao DF, são liberadas para uso

acessibilidade:

Após receber na manhã deste sábado (3) mais 77.850 doses congeladas de vacinas Janssen contra a covid-19, a Secretaria de Saúde do governo do Distito Federal decidiu submeter o produto ao crivo do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), que as liberou para uso no início da noite.

O DF recebeu tanto vacinas d+o imunizante Janssen, que é aplicada em dose única, quanto da Fiocruz, que fabrica no Brasil a vacina da farmacêutica AstraZeneca.

A partir dos estudos de estabilidade apresentados pelo laboratório produtor, e de acordo com as informações que foram prestadas pelos técnicos da Rede de Frio Central sobre a ocorrência, o INCQS considerou que a vacina não perdeu a estabilidade.

Após o resultado da análise, o Comitê Gestor Operacional da Vacinação Contra a Covid-19 decidiu que a aplicação ocorrerá da maneira que estava programada inicialmente:

– 20 mil vacinas Janssen para finalização do grupo de trabalhadores da educação da Rede Pública até o Ensino Médio;
– 16 mil vacinas Janssen para população privada de liberdade;
– 1,5 mil Janssen para a população de rua;
– 1,4 mil Janssen para os catadores de recicláveis;
– 37.750 doses da AstraZeneca para a segunda dose.

A vacinação dos grupos acima ocorrerá por meio de lista para os professores e para os demais com vacinação feita por equipes volantes. Os imunizantes serão aplicados na próxima semana em dias e locais que ainda serão divulgados.

Agendamento

A população com 44 anos ou mais já pode agendar a vacinação pelo site da Secretaria de Saúde. O agendamento foi aberto às 10h deste sábado. São 39.760 vagas, sendo 32.760 doses da vacina Pfizer-BioNTech recebidas nesta sexta-feira (2). As outras 7 mil vagas são de remanejamentos de outros grupos.

Também foram abertas outras mil vagas para atender o grupo de pessoas com comorbidades com 18 anos ou mais.