Assalto "ideológico"

Radicais de esquerda invadem e assaltam supermercado no DF

Não havia pessoas carentes entre os criminosos, e ninguém foi preso

acessibilidade:
Os manifestantes invadiram o supermercado ameaçando depredar o estabelecimento se não levassem mercadorias.

Um grupo de aproximadamente 80 manifestantes radicais, vestindo camisetas vermelhas, cometeu uma nova forma de assalto, de viés “ideológico”, ao invadir neste sábado (17) um supermercado em Taguatinga (DF), a poucos quilômetros dos centros de poder.

Eles invadiram o Atacadão Dia a Dia, no Pistão Sul, exigindo cestas básicas sob ameaça de depredar o estabelecimento.

Não havia entre os radicais pessoas carentes ou com a fome apontada em suas faixas. Todos pareciam saudáveis, de classe média e vídeos mostram até grande parte deles acima do peso.

Além de camisas, os criminosos agitavam bandeiras vermelhas com a figura de Che Guevara.

Apesar da mobilização de policiais civis, militares e de batalhões especiais, acionados contra os criminosos, a direção do supermercado, intimidada, decidiu fazer um “acordo” e entregar ao grupo 150 cestas básicas para que o problema não se agravasse.

Nenhum dos criminosos foi preso, muito embora a polícia estivesse no local.

O grupo de assaltantes até divulgou nota afirmando que se trata de uma “campanha” que chamam de “Natal sem fome”.