Criação de 90 cargos

Ibaneis vetará jabuti em reajuste da Defensoria Pública

É crime de improbidade administrativa criar despesa sem orçamento

acessibilidade:
Ibaneis Rocha (MDB), governador do Distrito Federal.

A Defensoria Pública do Distrito Federal enviou à Câmara Legislativa do (CLDF) projeto que aumenta os próprios salários em 18%, em três vezes, como no reajuste do governador Ibaneis Rocha (MDB) aos servidores. Mas, desmemoriada, a Defensoria “esqueceu” de avisar aos deputados sobre a inclusão de um jabuti criando 90 cargos. O custo da brincadeira chega R$144 milhões, sem que exista orçamento para bancar a despesa.

Os deputados já estão cientes: se aprovarem isso, Ibaneis vetará. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A esperteza da Defensoria Pública causou grande mal-estar entre os deputados distritais, que se sentem um tanto quanto ludibriados.

Causou estranheza na CLDF o fato de a Defensoria Pública ignorar que é crime de improbidade administrativa criar despesa sem orçamento.

Órgãos como a Defensoria se jactam de “autonomia” do poder político, mas consomem o dinheiro dos que pagam impostos.

Reportar Erro