Tremor de magnitude 7,6

Tsunami atinge Japão, após fortes terremotos com ao menos 6 mortos

Foram 21 sismos de magnitude entre 4 e 7,6, durante 90 minutos, na costa do Mar do Japão

acessibilidade:
Terremotos no Japão foram de grande magnitude e causaram mortes e alertas de tsunami (Foto: Reprodução NHK)

Fortes terremotos atingiram a província de Ishikawa, no centro do Japão, e resultaram em tsunami, nesta segunda-feira (1º). O tremor mais forte registrou magnitude 7,6, na escala Richter e um segundo grande sismo teve magnitude 6,2, causando ao menos seis mortes e a evacuação de mais de 51 mil pessoas. Há preocupação com usinas nucleares no litoral japonês.

Uma série de 21 sismos de magnitude 4 ou superior foi registrada em pouco mais de 90 minutos, ao longo da
costa do Mar do Japão. E um alerta de megatsunami chegou a ser emitido para a província de Ishikawa, deixando países próximos de prontidão. Mas a ameaça de tsunami foi considerada “em grande parte dissipada”, com registro de ondas de 1,2 metro, em Wajimako.

As mortes foram causadas por desabamentos de casas na cidade de Wajima. E, cerca de 33,5 mil casas ficaram sem energia elétrica, no país.

A Coreia do Sul emitiu um alerta de tsunami em algumas áreas do Mar do Leste, com possibilidade de atingir a costa ao largo da cidade oriental de Gangneung e a cidade sudeste de Pohang.

A Rússia também emitiu alerta, com evacuação da população em algumas áreas, especialmente na ilha de Sakhalin, na cidade de Vladivostok e na vizinha Nakhodka, no norte do Oceano Pacífico. (Com informações da Ansa e NHK)

Reportar Erro