'Que o Senhor os acolha'

Papa Francisco ora pelos gaúchos mortos e vítimas de catástrofe no RS

Líder da Igreja Católica desejou acolhimento espiritual aos mortos e conforto às vítimas das enchentes

acessibilidade:

Diante de uma multidão de fiéis na Praça São Pedro, no Vaticano, o Papa Francisco manifestou, neste domingo (5), a sua solidariedade aos brasileiros afetados pelos temporais que mataram 75 gaúchos desde a última segunda-feira (5), no Rio Grande do Sul. O líder da Igreja Católica desejou que as vítimas fatais sejam acolhidas por Deus e conforto para a população que sofre com o desastre climático.

“Quero assegurar a minha oração pelas populações do Estado do Rio Grande do Sul, no Brasil, atingidas por grandes inundações. Que o Senhor acolha os mortos e conforte os familiares e quem teve que abandonar suas casas”, disse Francisco, ao final do Regina Caeli, a oração que substitui o Angelus, no Tempo Pascal.

O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Dom Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre, disse à agência de notícias do Vaticano, Vatican News, que a situação no Rio Grande do Sul é realmente caótica, com várias vilas, bairros completamente debaixo d’água, assim como cidades como Eldorado do Sul e Canoas.

Veja o relato de Spengler:

“Nós tivemos essa noite que evacuar mais de cinquenta mil pessoas [de Canoas]. O Exército, a Defesa Civil, o pessoal das nossas comunidades, gente de fora do Estado, enfim, é muita gente colaborando. Ainda existe muita gente em cima de telhado de casas, até mesmo árvores, esperando por socorro. Parece que o Guaíba parou de subir agora. No entanto, ele vai permanecer por vários dias com nível alto. Vários bairros da cidade de Porto Alegre também estão debaixo d’água. O nosso centro administrativo também foi tomado pela água.  Enfim, várias igrejas… é realmente uma situação jamais vista não só aqui na nossa região, mas em todo o Estado”.

Assista a oração do Papa pelos gaúchos:

Reportar Erro