Mais Lidas

Suspeita de corrupção

Candidato a prefeito e presidente da Câmara são presos por desvios de recursos, em AL

Polícia Civil investiga esquema de corrupção na Câmara de São Brás

acessibilidade:

No primeiro dia útil de campanha eleitoral das Eleições 2020, a Polícia Civil de Alagoas prendeu, na manhã desta segunda-feira (28), o presidente da Câmara de São Brás, Antônio Bezerra Filho (PSDB) e o vereador e candidato a prefeito Klinger Quirino Santos (MDB), em uma operação com objetivo de desarticular um esquema criminoso de desvio de dinheiro público no Legislativo do município localizado às margens do Rio São Francisco.

Além dos dois vereadores, foram presos três servidores da Câmara Municipal. E ainda estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Brás, Porto Real do Colégio e no condomínio de luxo Aldebaran, em Maceió.

“Foram apreendidos diversos documentos de cunho eleitoral, três armas de fogo e alta quantia de dinheiro em espécie”, antecipou a Polícia Civil, ao afirmar que detalhes do caso e da operação serão divulgados posteriormente, porque a operação segue em curso ao longo do dia com análise das provas coletadas e tomada de depoimentos dos suspeitos presos.

Os mandados de prisão, busca e apreensão foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital, especializada em organizações criminosas, após investigação realizada pela Delegacia de Roubos da Capital (DERC) e Delegacia de Combate aos Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (DECCOTAP), sob coordenação dos delegados Thiago Prado e Antônio Edson.

A operação contou com o apoio operacional de equipes da Gerência de Polícia Judiciária da Região 1 (GPJ1), Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Asfixia e Tático Integrado de Grupos de Resgate Especial (Tigre), da Polícia Civil de Alagoas.

O Diário do Poder não obteve retorno das tentativas de contato com os vereadores presos. (Com informações da Ascom da Polícia Civil e Gazetaweb)

Reportar Erro