Mais Lidas

Maior da América Latina

Venezuela encerra ano com 56% de inflação e culpa é da 'burguesia'

acessibilidade:

O ano na Venezuela encerrou com um índice de inflação de 56% e, segundo o presidente Nicolás Maduro, a culpa do descontrole é da  “burguesia parasitária”. Maduro considerou a inflação “induzida e especulativa” e alegou que se a taxa “não fosse ativada pela guerra econômica, a inflação seria negativa”.

Controlada por Maduro, a Venezuela sofre a maior inflação da América Latina, acompanhada de uma crise produtiva, problemas de distribuição de produtos de primeira necessidade, mercado golpeado por medidas de restrição e regulamentação. Em resposta à crise econômica, Maduro lançou uma “guerra econômica”. Radicalizou sua política: após obter poderes especiais do Congresso, começou a adotar medidas para reduzir o preço dos produtos e a denunciar complôs da oposição, “a qual serve ao império dos Estados Unidos”.