Mais Lidas

Nova boquinha

‘Trabalho em casa’ abre porta à malandragem

Ministério cria trabalho em casa sem vínculos à produtividade

acessibilidade:

O Teletrabalho, criado por portaria do Ministério do Desenvolvimento (MDIC), pode abrir portas a mais uma malandragem no setor público. Pelo programa, os servidores poderão trabalhar em casa, como na iniciativa privada. Mas nas empresas privadas, isso é condicionado ao cumprimento de metas e a ganhos de produtividade. Mas, na vida como ela é no serviço público brasileiro, a suspeita é que o novo sistema foi feito sob medida para premiar os “preferidos” das chefias. A informação é da coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

No MDIC, servidores apadrinhados se preparam para mudar de cidade, e ao menos dois já decidiram viver no exterior, “trabalhando em casa”.

Além de dispensar servidores do registro de ponto, o MDIC ficará proibido de exigir a presença deles mais de uma vez a cada 15 dias.

Processos que podem ser feitos em 2 dias consomem hoje 20 dias. O MDIC fez a “média” e, em casa, servidor poderão fazê-los em 15 dias.

Reportar Erro