Liga pra mim

Telefonema entre Obama e Rouhani é criticado no Irã

acessibilidade:

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, enfrentou reações distintas com relação à conversa que teve com o presidente dos EUA, Barack Obama. Houve uma divisão daqueles que apoiaram a reaproximação entre os dois países desde 1979. Entre os protestos enfrentados por Rouhani, um dos mais veementes foi do comandante da Guarda Revolucionária do Irã, Mohammad Ali Jafari. Ele criticou, duramente, a postura do presidente ao conversar com o homólogo americano por telefone.

Para Jafari, a melhor opção seria ?esperar ações concretas? dos EUA. “(Rouhani) recusou-se encontrar com Obama, deveria também ter rejeitado conversar por telefone”. A ligação durou cerca de 15 minutos e Rouhani disse, nas redes sociais, ter agradecido o telefonema de Obama, bem como a hospitalidade, e reiterou a vontade de resolver o imbróglio sobre o programa nuclear de seu país.