Mais Lidas

fim do patrocínio

STF julga doações de empresas privadas a campanhas políticas

acessibilidade:

O Supremo Tribunal Federal iniciou o julgamento da ação direta de inconstitucionalidade (Adin) contra as doações de empresas privadas a candidatos e partidos políticos. A ação proposta pela Ordem dos Advogados do Brasil mostra a influência das empresas no governo que teve campanha ‘patrocinada’ por elas. O ministro Luiz Fux é o relator da ação. Integrantes da  OAB, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral e do PSTU participam com argumentos contrários e favoráveis às doações.