Mais Lidas

Vai dar em pizza

Servidores 'confiáveis' para o PT compõem comissão que investigará fraude no Wikipedia

Mercadante (dos 'aloprados') indica investigadores de fraude no Wikipedia

acessibilidade:

A presidente Dilma Rousseff decidiu ampliar a investigação em relação ao escândalo do Wikipedia, que alterou dados nos currículos de dois jornalistas. A comissão de sindicância irá examinar todas as modificações pejorativas que tenham sido feitas com finalidade semelhante por servidores do governo. A comissãoé constituída, basicamente, de servidores do governo com vínculos ao Partido dos Trabalhadores, acusado de “aparelhar” o Estado.

O objetivo oficial da comissão é vasculhar computadores do Palácio do Planalto, e servidores serão convocados a dar explicações. O presidente da comissão será o secretário-executivo da Casa Civil, Valdir Moyses Simão, número dois de Aloizio Mercadante, da mais irrestrita confiança do PT. Além dele, fazem parte Renato da Silveira Martini, da Diretoria do Instituto de Tecnologia, Maurício Theodoro Mattos Marques, diretor de Tecnologia da Diretoria de Administração da Presidência, e Márcio Lopes de Freitas Filhos, assessor especial do Ministério da Justiça. Os servidores públicos Renato Machado de Souza, Francisco Eduardo Bessa e Marcelo Azambuja darão assessoramento técnico à comissão.

O Diário Oficial desta terça-feira publica portaria criando a comissão, e assinada por Mercadante, que se notabilizou elo envolvimento no escândalo dos “aloprados”, que consistiu na criação de um falso dossiê com supostas acusações contra o político José Serra (PSDB. A comissão tem 30 dias concluir os trabalhos.

Segundo informou a Agência Estado esta noite, ao tomar conhecimento do ocorrido e da primeira resposta governo, pela Secretaria de Comunicação da Presidência, de que era “tecnicamente impossível” encontrar os responsáveis pelo caso, Dilma teria resolvido tomar a frente e dar uma resposta à altura do caso, para evitar contaminação à sua campanha.

A portaria prevê que sejam investigadas irregularidades nas modificações do Wikipedia, bem como “as demais infrações conexas que surgirem no decorrer deste trabalho”. A ideia do Planalto é tentar não deixar sem resposta as denúncias, apesar de em nenhum momento assegurarem que encontrarão os responsáveis.

Reportar Erro