Mais Lidas

Pena amenizada

Agora é oficial: brasileira responderá por vandalismo

Caso fosse acusada de pirataria, ela poderia pegar até 15 anos de prisão

acessibilidade:

greenpeaceA Justiça russa acusou oficialmente nesta quinta-feira (31) a ativista brasileira, Ana Paula Maciel, 31, de vandalismo pelo protesto que a mesma participou em uma plataforma petrolífera no país.

Na semana passada, a Justiça russa avisou que amenizaria as acusações de pirataria vandalismo. A Justiça disse ainda que Ana Paula e os 29 ativistas envolvidos seriam convocados, um a um, para serem comunicados sobre a nova acusação.

Segundo a legislação da Rússia, a mudança significa redução das penas que poderão ser aplicadas, se eles forem condenados. A pena de vandalismo pode chegar a sete anos de prisão. Caso fossem acusados de pirataria, os ativistas poderiam pegar até 15 anos de prisão. O Greenpeace informou que irá recorrer.

Ana Paula está presa na Rússia desde o dia 19 de setembro. Ainda não informações sobre as ações que serão tomadas pelos advogados de defesa.

Reportar Erro