Mais Lidas

Trabalhavam no navio

Mergulhadores presos por furtar objetos no Costa Concórdia

Mergulhadores disseram que estavam pegando umas 'lembrancinhas'

acessibilidade:

Quatro pessoas foram indiciadas por furto após serem vistas dentro do navio Costa Concordia, que naufragou na ilha de Giglio, na Itália, em 13 de janeiro de 2012. Os invasores foram flagrados à 1h30 da madrugada (hora local) desta sexta-feira (8) por câmeras de vigilância. Todos eles são mergulhadores da Titan Salvage, uma das empresas empenhadas nos trabalhos de recuperação da embarcação.

A companhia já comunicou que afastou “imediatamente” os funcionários de suas atividades. O guarda noturno que fazia a vigia do local alertou a polícia, que encontrou os quatro homens – um irlandês, um inglês e dois sul-africanos – com uma mochila com o logotipo do Costa Concordia, tirada de dentro dele, e outros objetos como “recordação” da sua missão no navio. Ansa.