Mais Lidas

Deboche

Presidente da Câmara pede para PF apurar oferta de propina a Pinato

Relator de caso Cunha diz ter sido abordado em aeroporto

acessibilidade:

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), enviou pedido ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para que a Polícia Federal investigue as denúncias do deputado Fausto Pinato (PRB-SP) de que teria recebido ofertas de propina relacionada ao seu parecer.

Pinato era relator, até quarta-feira, 9, do processo que investiga Cunha no Conselho de Ética por quebra de decoro. Seu parecer era favorável a continuação das investigações que podem levar a cassação do mandato do presidente da Câmara. Cunha é acusado de não ter declarado contas bancárias na Suíça e de ter mentido em depoimento à CPI da Petrobras sobre a existência delas.

Ao relatar as ofertas de propina, Pinato não dá nomes e diz que não sabia se as pessoas queriam que ele votasse contra ou a favor de Cunha. Segundo o ex-relator do caso Cunha, uma das vezes em que foi abordado para receber, ele estava em um aeroporto de São Paulo.

“Nessas abordagens, essas pessoas, que eu não sei quem eram, diziam, fazendo sinal de dinheiro com a mão: ‘Você pode arrumar a tua vida’”, contou. O deputado também já havia dito que recebeu ameaças de morte e contratou segurança para ele e sua família.

No ofício, caso não seja comprovada a veracidade da denúncia, Cunha pede para que seja apurada a eventual prática do delito de falsa comunicação de crime.

Vídeos Relacionados