Mais Lidas

Cheque encontrado

Presidente da Assembleia de Roraima pagou R$ 500 mil por renúncia do vice-governador

Renier e Quartiero negam acusação da Secretaria de Segurança Pública

acessibilidade:

A renúncia do vice-governador de Roraima, Paulo César Quartiero (sem partido), foi comprada pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Jalser Renier (SD), por R$ 500 mil, afirma a secretária estadual de Segurança Pública, Giuliana Castro.

Segundo a Sesp, foi encontrado um cheque dentro de uma mochila no prédio da vice-governadoria. Junto, a carta de renúncia de Quartiero. O cheque de R$ 500 mil estava assinado por Renier, datado para o dia 28 de janeiro. O cartão do banco do ex-vice-governador também estava na mochila.

Além disso, segundo a secretária, foram apreendidos documentos que mostram a negociação para o afastamento do ex-vice-governador. “Valores, nomes, especificamente da negociação do cargo”, diz Giuliana Castro.

No cheque apresentado pelo governo, não está preenchido o campo do destinatário. Entretanto, a secretária afirma que os indícios apontam que o cheque era para Quartiero.

O vice-governador nega as acusações. O advogado de Quartiero informou que irá entrar com medidas judiciais contra a ação do governo que ele considerou "difamatória e criminosa".

A assessoria de Jalser Renier disse em nota que o cheque foi plantado na vice-governadoria e que "desconhece o referido cheque, cuja conta bancária está sem movimentação e o respectivo talonário está extraviado há anos". 

Em sessão da Assembleia desta sexta-feira, 26, Quartiero disse que renunciou do cargo por não concordar com a gestão da governadora Suely Campos (PP).