confusão

prefeitos invadem o salão verde, na Câmara dos Deputados

acessibilidade:

Prefeitos_Manifestacao_Camara_4129Um grupo de prefeitos invadiu o Salão Verde da Câmara dos Deputados cobrando o aumento de dois pontos percentuais na parcela de tributos que compõem o Fundo de Participação de Municípios (FPM). Aos gritos de “prefeitos unidos jamais serão vencidos”, eles tumultuaram o Salão, empurraram políticos discutiram com seguranças.

“Esgotou-se o período em que a União empurrava [gastos] goela abaixo das prefeituras. Os prefeitos estão percebendo que não têm como assumir estes compromissos. Além disso, Câmara e Senado têm que parar de votar direitos do cidadão sem indicar onde está o dinheiro para pagar”, ressaltou o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, que explicou que a manifestação de hoje “é um retrato da crise profunda que se abate sobre as prefeituras do Brasil” que estão “totalmente ingovernáveis diante da questão federativa”.

“Enquanto o FPM vai aumentar 6% sobre a base de hoje, que é R$ 72 bilhões, e vai aumentar R$ 4,5 bilhões, o aumento do piso do magistério vai trazer impacto de R$ 10 bilhões às prefeituras do Brasil, então todo o fundo não paga metade do que vai aumentar o piso do magistério que foi uma lei votada nessa Casa”, disse.O presidente da CNM acredita que a revolta dos prefeitos terá impacto no processo eleitoral do ano que vem.