Regime fechado

Pistorius é condenado a seis anos pela morte da namorada

O atleta foi encaminhado à prisão após o anúncio da sentença

acessibilidade:

A Justiça da África do Sul ampliou, nesta quarta-feira (6), a pena de Oscar Pistorius após meses de julgamentos e sucessivos adiamentos. O corredor de 29 anos foi condenado a seis anos por homicídio doloso da modela Reeva Steenkamp, em fevereiro de 2013. O atleta foi encaminhado à prisão após o anúncio da sentença.

Em 2014, Pistorius havia sido condenado a cinco anos de detenção por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A Justiça, no entanto, decidiu revisar a pena no fim do ano passado. Na ocasião, foi reconhecido o homicídio doloso.

O atleta chegou a ficar um ano preso, mas, em outubro do ano passado teve autorização para aguardar o fim do julgamento em prisão domiciliar. Agora, o regime será fechado. A defesa não irá recorrer, mas, após ele cumprir 2/3 da pena entrará com pedido de liberdade condicional.

Morte

A modelo foi morta com quatro tiros de uma pistola 9 mm na casa do atleta. Em depoimento, ele afirma que pensou que se tratava de um ladrão. A namorada estada dentro do banheiro quando foi atingida pelos tiros, dados através da porta.