Corrupção Eleitoral

PF frustra derrame de dinheiro na compra de voto em Viçosa

Acusado é levado para depor e PF cumpre mandados em Viçosa

acessibilidade:

Atenta aos movimentos de grupos políticos tradicionalmente mantidos no poder por meio da prática de compra de votos, a Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (26) a Operação Niágara, com a finalidade de combater crimes eleitorais em Viçosa-AL, a 90 km da capital alagoana. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, um mandado de condução coercitiva e três mandados de intimação de suspeitos de participação no evento criminoso. 

Chegou ao conhecimento da Polícia Federal que já há, supostamente, um esquema destinado à distribuição de dinheiro e benesses para eleitores daquela cidade visando ao pleito de outubro próximo. O esquema contaria com a participação de um grande proprietário rural, um pré-candidato a prefeito e centenas de eleitores já teriam sido arregimentados. 

O conduzido está sendo levado para a sede da Polícia Federal em Alagoas, no bairro do Jaraguá, em Maceió. Os demais intimados são aguardados para oitiva 9h da manhã de hoje. 

O nome Niágara deve-se à analogia feita entre as Cataratas do Niágara e seu incrível volume de água, comparado ao incrível volume de dinheiro movimentado durante as eleições municipais no Brasil, grande parte destinada à compra de votos. (Com informações da assessoria de imprensa da PF)