Bola fora

Para Lula, PSB agiu como Corinthians, que perdeu de 4×0

Para Lula, PSB confia em resultado de pesquisa para ganhar eleição

acessibilidade:

O ex-presidente Lula comparou a decisão do PSB de sair da base aliada da presidenta Dilma Rousseff a derrota de seu time do coração: o Corinthians. Ele chegou a apostar que o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, não disputará as eleições presidenciais de 2014. ?Eu acho que [tomar decisões] aliadas às pesquisas, ao tempo de televisão, tempo de palanque, é igual ao Corinthians, que foi jogar contra a Portuguesa, achando que o jogo era fácil e perdeu de quatro a zero?, disse. ?A política é um pouco isso, as pessoas tem que avaliar?, completou.

Atual campeão mundial de clubes, o Corinthians entrou em campo contra o Portuguesa no último domingo (29) como favorito, mas acabou perdendo o jogo por 4×0. Para Lula, ainda há muito tempo para estas definições. ?Acho prematuro ficar discutindo o que vai acontecer em março ou abril, qualquer brasileiro com mais de 35 anos de idade pode se candidatar a presidente da República, se tiver um partido político pode mais ainda?, afirmou.

Lula discursou hoje (1º) no Conselho Federal da OAB, em Brasília, onde entregou uma proposta de Constituição que o PT defende como alternativa à promulgada em 1988, que completará 25 anos. Segundo ele, caso o documento fosse aprovado, o Brasil ficaria ?ingovernável?. ?O Brasil ficaria ingovernável porque nós éramos duros na queda e muito exigentes?, brincou. Sobre o PT não ter assinado o documento que criou a Constituição hoje vigente Lula explica: ?Votamos contra porque queríamos algo mais radical, que não foi possível porque só tínhamos 16 deputados?.