Troca-troca

No DF, governador aposta em mudanças para fortalecer máquina

Para fortalecer máquina e atrair aliados, governador muda comandantes

acessibilidade:

No desespero para atrair aliados políticos e fortalecer a máquina pública antes das eleições de 2014, o governador Agnelo Queiroz mexe mais uma vez na estrutura do governo. Nos próximos dias, pelo menos duas administrações regionais terão novos chefes: no Gama e no Riacho Fundo. Uma segue para as mãos do Partido dos Trabalhadores, indicação do deputado Patrício, outra vai para o Partido Trabalhista Brasileiro, atendendo a pedido do distrital Cristiano Araújo.

Ontem (17), o governador resolveu trocar novamente o comando da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) entregando a pasta ao adjunto Hermano Carvalho, que assume interinamente. Agnelo exonerou Gutemberg Uchôa, que exercia a função de secretário desde março. Em nota, Agnelo disse que ?Uchôa pediu para sair por questões pessoais?. Mas nos corredores do Buriti, é ressaltada a insatisfação do governador com Uchôa, que não trouxe nenhum investimento ao DF.

Desde que assumiu a principal cadeira do Palácio do Planalto, em 2011, Agnelo renovou quase todos os comandos. Algumas já foram trocadas duas ou três vezes. Se as movimentações eram rotineiras antes, a tendência é que fique ainda maior agora, com a proximidade das eleições de 2014. Aliados do governador confirmam o interesse em fortalecer o governo para o próximo ano.

A troca de Gutemberg Uchôa só reforça a fama do governador de renovar frequentemente os comandos das pastas. Hermano será mais um a assumir a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Por lá circulou uma ampla lista como José Moacir Vieira, Abdon Henrique Araújo, Cristiano Araújo, Jaques Pena e Gutemberg Uchôa, último a preencher a vaga.

Na Secretaria de Educação, o pedetista Marcelo Aguiar assume a pasta, afinando os laços entre PT e PDT. Ele já havia secretário da pasta na gestão de José Roberto Arruda por uma indicação de Cristovam Buarque. Com isso, o ex-titular Denilson Bento da Costa deixou a pasta para ser assessor especial do governador.

Na Comunicação, a rotatividade também é grande. Ex-diretora de Cidades do Correio Braziliense Samanta Sallum foi substituída por Ugo Braga, que consequentemente acabou trocado por Rudolfo Lago. Ugo teria ficado chateado por não ter conseguido assumir também a Secretaria de Publicidade, que era de Abimael Nunes, mas foi passada a André Duda.

A extensa lista dos troca-trocas inclui também a Terracap, o Banco de Brasília, Detran e a Assessoria Especial da Governadoria. Poucos são os secretários que conseguiram se manter à frente das pastas, como é o caso do secretário de Saúde, Rafael Barbosa, e do secretário de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano, Geraldo Magela, do secretário de Justiça, Alírio Neto, e o de Meio Ambiente, Eduardo Brandão.