Depressão pós-parto

Mulher que provocou tiroteio sofria de doença mental

Filha de Miriam Carey já tem cerca de um ano

acessibilidade:

A mulher que morta ontem (3), em Washington, apresentava histórico de doenças mentais. Segundo as autoridades locais, ela furou uma barreira de segurança da Casa Branca e tentou fugir da polícia, quando foi atingida.

A mulher se chamava Miriam Carey e tinha 34 anos. De acordo com sua mãe, Idella Carey, ela estava em depressão pós-parto desde o nascimento de sua bebê, que hoje tem 1 ano e estava dentro do carro no momento da perseguição. ?Alguns meses atrás ela ficou doente. Ela estava deprimida, e foi hospitalizada?, contou a mãe.

Idella garantiu ainda que sua filha não era violenta e disse não saber por que ela estava em Washington. Ao que tudo indica, a pretensão dela era levar sua filha ao médico em Connecticut.