Eleição será dia 14

Maranhão convoca sessão extraordinária para eleger sucessor de Cunha

Sessão extraordinária específica será realizada na próxima quinta

acessibilidade:

O presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão, assinou ato (confira abaixo) convocando sessão extraordinária para realizar a eleição do novo presidente da Câmara. Na decisão, Maranhão deixa claro que o novo presidente será mesmo tampão e ficará no cargo apenas durante o período remanescente, ou seja, até fevereiro de 2017.

O ato também estipula que as candidaturas deverão ser apresentadas à Mesa Diretora até o meio-dia do dia da eleição e que qualquer candidatura apresentada após esse horário não será aceita.

Com a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e a consequente vacância da presidência, o regimento interno dá prazo de cinco sessões para a realização de novas eleições.

Nomes como o de Rogério Rosso (PSD-DF), que presidiu a comissão do impeachment, do primeiro-secretário, Beto Mansur (PRB-SP), e de Rodrigo Maia (DEM-RJ) tem sido ventilados como prováveis candidatos, mas há resistência por se tratar de mandato tampão.