Mais Lidas

Esquema de corrupção

Manoel Dias não terá de se explicar na Câmara

acessibilidade:

Esperado para se explicar sobre o esquema de fraudes em licitações instaurado no Ministério do Trabalho e Emprego, o chefe do órgão, Manoel Dias, não será ouvido Amanhã (1º). A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle cancelou a audiência que faria para ouvir o ministro. Uma nova data para a audiência ainda não foi remarcada.

A Operação Esopo, da Polícia Federal, revelou um esquema crimonoso que funcionava em nove estados e no Distrito Federal com a participação de uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) e de empresas, pessoas físicas, agentes públicos, prefeituras, governos estaduais e ministérios do governo federal. Em cinco anos, o prejuízo seria de R$ 400 milhões.

Vídeos Relacionados