Engarrafamento à vista

Manifestantes pró-cultura fecharão o Eixo Monumental, em Brasília, às 17h

Manifestantes prometem fechar o Eixo Monumental ainda hoje

acessibilidade:

Os participantes da Conferência Nacional da Cultura, que teve início ontem (27), em Brasília, fecharam nesta sexta-feira (28) o Eixo Monumental, próximo à Torre de TV. O protesto durou pouco tempo, mas já foi suficiente para causar trânsito e confusão ? um dos manifestantes chegou a chutar um carro que buzinava sem parar, mas a discussão foi contida rapidamente pelos outros participantes que seguraram o arruaceiro e recriminaram a atitude. ?Não queremos um movimento acéfolo como foi ali, têm senhoras de 80 anos participando e passando por esse risco. Ele chuta e o cara arranca com o veículo para cima da gente?, gritou um dos manifestantes.

A polícia conseguiu conter os manifestantes e liberar a pista em pouco tempo, mas eles prometeram se reunir novamente às 17h, em frente ao complexo Brasil 21, quando voltarão a fechar a pista. Segundo o manifestantes Daniel Mendes, de 42 anos, a ideia é mostrar para a população, para os deputados e para os senadores a importância da PEC 150, que prevê a destinação de 2% do orçamento da União para a Cultura. ?Às 17h vamos fechar de novo para mostrar a importância desse investimento para a cultura de todas as regiões?, prometeu Daniel. ?Nós aproveitamos a conferência para unificar o protesto. Queremos que o Ministério da Cultura olhe as diversidades, não se pode olhar para o Sul achando que lá é igual ao Norte. Queremos mostrar que a PEC é fundamental e precisa ser aprovada ainda este ano, porque já está lá pronta?, afirmou.

O cantor Chico César estava presente na manifestação e também defendeu a aprovação da PEC com faixas e cartazes. Há cerca de 1.500 pessoas participando do evento e que prometeram ir à manifestação das 17h para voltar a fechar a pista.

O Diário do Poder entrou em contato com o Detran-DF que garante: os manifestantes não têm autorização para bloquear a passagem dos carros e causar tumulto.

cultura 2

Chico César apoia a manifestação