Mais Lidas

Venda de MPs

Lewandowski nega habeas corpus a lobista preso na Operação Zelotes

Alexandre Paes teria participado de esquema de compra de MPs

acessibilidade:

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, negou o habeas corpus com pedido de liminar para soltar o lobista Alexandre Paes dos Santos, o APS, preso na Operação Zelotes.

Com a decisão, o lobista continuará preso pelo menos até o fim do recesso do Judiciário, em fevereiro.

Lewandowski considerou que o caso não é urgente para ser decidido por liminar durante o recesso, quando o STF funciona em esquema de plantão.

O presidente do Supremo ainda ressaltou que a defesa só poderia recorrer à Suprema Corte depois da decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre o mérito do pedido de habeas corpus. A defesa de Alexandre Paes já tinha apresentado pedido ao STJ, que também negou a liminar. No entanto, ainda não houve julgamento do mérito.

Alexandre Paes dos Santos foi preso no fim de outubro, numa fase da Operação Zelotes que investigou a relação entre a edição de medidas provisórias (MPs) e benefícios ao setor automotivo, com suspeitas de corrupção e venda das MPs no governo do ex-presidente Lula.

Vídeos Relacionados